Porto Seguro

O que fazer em Porto Seguro: 10 dicas e atrações imperdíveis

Tudo para você fazer a melhor viagem a Porto Seguro. Melhores passeios, atrações e dicas sinceras.

Porto Seguro é uma das principais cidades turísticas do Brasil. E não falta o que fazer em Porto Seguro, principalmente se considerarmos suas vilas de praia, como Trancoso e Arraial d’Ajuda.

Mas aqui nessas dicas de Porto Seguro, vamos falar principalmente sobre o que tem pra fazer na sede do município, com relatos sinceros para você planejar melhor sua viagem.

Entenda quais são os principais passeios, onde ir e pontos turísticos de Porto Seguro, além das praias que valem pelo menos um dia do seu roteiro pelo litoral sul da Bahia.

O que fazer em Porto Seguro: pontos turísticos, passeios e praias

Selecionei as principais atividades para fazer turismo em Porto Seguro e lugares realmente indispensáveis, além de mirantes, locais bonitos, históricos e culturais na cidade. E passeios indispensáveis para cidades e praias nos arredores.

Índice sobre o que fazer em Porto Seguro:

  1. Cidade Histórica: atrações e como visitar
  2. Local da Primeira Missa no Brasil
  3. Principais praias
  4. Arraial d’Ajuda: vila e praias
  5. Santa Cruz de Cabrália: pontos turísticos
  6. Santo André: vale a pena conhecer
  7. Trancoso: lugares imperdíveis
  8. Vida noturna: bares e festas
  9. Passeios e tours com agências de turismo
  10. Ciladas: o que NÃO fazer em Porto Seguro

Como o turismo massivo traz alguns problemas, listei também algumas ciladas em Porto Seguro, ou programações que podem não combinar com seu perfil de viagem.

Antes de cometer erros históricos: todo mundo sabe que o Brasil não foi de fato descoberto pelo portugueses, afinal milhões de pessoas já viviam aqui. Mas usarei termos de senso comum, senão isso vira um livro e não um texto com dicas de viagem.

Olha só o que fazer em Porto Seguro, com dicas sobre as melhores atrações:

1. Cidade Histórica de Porto Seguro

Fundada em 1535, Porto Seguro é uma das cidades mais antigas do Brasil. Mas ela está longe de ser uma cidade histórica bonitinha. Boa parte da cidade está descaracterizada, tomada pelo turismo massivo.

A excessão é a Cidade Histórica de Porto Seguro, também conhecida como Cidade Alta ou Centro Histórico.

É nessa pequena colina, próxima ao centro moderno e ao aeroporto, que estão alguns dos principais pontos turísticos da cidade.

O que tem para conhecer nesse Centro Histórico de Porto Seguro:

  • Rua das casinhas coloridas – casas antigas, pintadas em cores vivas. Algumas funcionam como lojas de artesanatos. Ótimo local para fotos.
  • Marco do Descobrimento – Pedra gravada com a Cruz da Ordem de Cristo, símbolo das navegações portuguesas. Guardada numa redoma de vidro, foi supostamente trazida de Portugal na época da “descoberta”.
  • Paróquia de Nossa Senhora da Pena –Igreja construída em homenagem à Padroeira de Porto Seguro. Palco principal dos eventos da Semana do Descobrimento, que acontece na semana do dia 22 de Abril. (foto)
  • Museu do Descobrimento – Um dos poucos museus de Porto Seguro, ele guarda objetos indígenas e relacionados à chegada dos portugueses. Funciona no antigo prédio da prefeitura, construído nos anos 1700, junto ao escritório do IPHAN.
  • Igreja de São Benedito –Menor e menos conhecida, essa igrejinha foi construída por padres jesuítas.
  • Farol de Porto Seguro – Inaugurado em 1907, tem 12 metros de altura. Fica junto ao mirante com vista para as praias. É onde turistas amarram fitinhas do Senhor do Bonfim e fazem três pedidos.

Muitos passeios tipo “city tour” passam pelo cidade histórica. Mas é fácil ir por conta própria, seja de ônibus, Uber ou a pé mesmo, apesar do calor tornar a missão de subir o morro meio complicada. O local tem pouca infraestrutura. Pode contratar um guia local por cerca de R$ 40. O Eco Bahia é um dos únicos hotéis na região.

→ Voltar ao índice

2. Local da primeira missa no Brasil

A Praia de Coroa Vermelha, onde foi celebrada a primeira missa no Brasil, fica na verdade em Santa Cruz de Cabrália, município vizinho de Porto Seguro.

Na ponta da praia, uma grande cruz marca o local da celebração da primeira missa católica em terras brasileiras. Mais do que um marco religioso, é um símbolo no início do processo de aculturação indígena.

Tanto que, até hoje, os Índios Pataxós têm apego pela cruz no local, como mostra essa notícia, sobre a troca de um antiga cruz de madeira por uma nova cruz metálica.

Perto da cruz, funciona o Museu Indígena, onde estão expostos objetos, fotos e histórias da Tribo Pataxó. Ao redor do museu, na oca está uma feira de artesanatos indígenas.

Cabe dizer que toda essa região é de turismo massivo, de assédio por parte de vendedores e agentes de turismo. E de apresentações meramente comerciais por parte dos índios. Se não gosta de muvuca, melhor evitar.

Os portugueses não chegaram primeiro em Porto Seguro

A Praia de Coroa Vermelha, em Santa Cruz de Cabrália, era conhecida por ter recebido as primeiras caravelas portuguesas.Mas, segundo as descrições de Pero Vaz de Caminha, que estava junto a Pedro Álvares Cabral, a chegada na verdade foi na Barra do Cahy, praia do município de Prado. Somente depois eles rumaram a Porto Seguro, cujas praias protegidas por corais são mais seguras para um desembarque geral. Inclusive, daí vem o nome da cidade.

Fontes: G1, Catraca Livre

→ Voltar ao índice

3. Praias de Porto Seguro

Em Porto Seguro estão algumas das praias mais bonitas da Bahia. Mas saiba que as melhores, estão mesmo é nos distritos de Trancoso, Arraial d’Ajuda e Caraíva, distantes do centro.

Na orla de Porto Seguro, sede do município, tem menos praias e a diversidade é menor. Embora, claro dê pra se divertir nelas.

Não tem praia no Centro de Porto Seguro, que fica na foz do Rio Buranhém, quase toda urbanizada. Há pequenas trechos de areia, mas não vale a pena “pegar praia” nesses lugar.

Vá além. A primeira praia razoável é a Praia de Curuípe. Depois dela, estão as praias mais conhecidas de Porto Seguro, que são estas:

  • Praia de Mundaí – Considerada uma das praias mais bonitas de Porto Seguro. De mar aberto, tem ondas fortes e maior incidência de águas vivas. Tem algumas barracas de praia e restaurantes pé na areia.
  • Praia de Taperapuã – Mais famosa e movimentada praia de Porto Seguro. É onde está o Toa Toa, barraca de praia com grandes apresentações de Axé Music e danças coreografadas.
  • Praia do Mutá – Águas calmas e uma longa faixa de areia. Mais procurada por famílias com crianças.

Saiba mais sobre características das praias de Porto Seguro e outras opções aqui nesse artigo, que inclui também a Praia de Coroa Vermelha, em Santa Cruz de Cabrália. Além de outras dicas sobre o que fazer em Porto Seguro, afinal, se tem mais tempo na região, compensa se aprofundar em outras praias.

→ Voltar ao índice

4. Passeio em Arraial d’Ajuda

A vila da Arraial d’Ajuda faz parte do município de Porto Seguro. Mas é um universo à parte.

Muitas agências de turismo em Porto Seguro vendem esse passeio. Mas é melhor e mais barato fazer por conta própria.

Para chegar em Arraial, basta pegar a balsa, no centro de Porto Seguro. A travessia dura cerca de 10 minutos e custa R$ 5 para pedestres. O retorno é gratuito. Do outro lado, pegue uma van ou táxi até o centrinho turístico de Arraial d’Ajuda, a 10 minutos dali.

O passeio a Arraial d’Ajuda precisa contemplar duas coisas pelo menos:

  • Uma volta a pé pelas ruas do centro, como a Rua do Mucugê e a Broadway, região de restaurantes e lojas. Junto à igreja está o mirante com as fitinhas do Senhor do Bonfim e a placa “Calma”, de onde se tem a melhor vista;
  • E um mergulho na Praia do Mucugê, a principal de Arraial d’Ajuda, de onde pode ir andando até as praias seguintes, como a Praia do Parracho e a Praia da Pitinga.
  • Saiba mais: O que fazer em Arraial d’Ajuda.

Então, para você que busca o que fazer em Porto Seguro, sem gastar muito e por conta própria, saiba que o passeio a Arraial d’Ajuda é um programa obrigatório.

→ Voltar ao índice

5. Santa Cruz de Cabrália

A 25 km de distância de Porto Seguro, a igualmente histórica Santa Cruz de Cabrália não se desenvolveu tanto com o turismo. Fui a Cabrália a primeira vez em 1995 e retornei em 2019. A impressão que tive é que a cidade se tornou ainda menos visitada.

O que não significa que ela seja menos interessante.

Primeiro, a visita a Cabrália é legal para ver uma cidade sem aquele tanto de turistas. Infelizmente rola um certo assédio por parte de vendedores de passeios e bugingangas. Na parte urbana, tem basicamente duas atrações em Santa Cruz de Cabrália:

  • Centro Histórico – As ruas de paralelepípedo nos arredores da Balsa de Cabrália são repletas de casarios preservados.
  • Mirante da Igreja – Construída pelos jesuítas em 1630, a igreja fica no ponto mais alto de Santa Cruz de Cabrália. Pode subir de carro e admirar a vista, que alcança a outra margem do Rio Camurugi, o Centro e a Praia de Apuã.

Em 1 hora dá pra ver tudo o que interessa em Santa Cruz de Cabrália e seguir para a mais famosa praia do município, Santo André, do outro lado do rio.

→ Voltar ao índice

6. Santo André

Pegue a balsa em Santa Cruz de Cabrália e siga até o outro lado do rio, onde fica Santo André. Lá, é preciso pegar um táxi até a praia.

A vila de Santo André entrou no mapa do turismo nacional na Copa do Mundo de 2014, quando a Seleção da Alemanha construiu lá o que hoje é o Campo Bahia Hotel.

De águas limpas e calmas, entre a foz do rio e barreirais de corais, a Praia de Santo André ainda é uma das mais pacatas na região de Porto Seguro.

Então, se estiver cansado de ouvir axé no valor máximo e não aguentar mais ser abordado por vendedores de passeios, passe um dia em Santo André. Ou fique por lá de vez, aproveitando as excelentes pousadas e os ótimos restaurantes.

→ Voltar ao índice

7. Trancoso

O último distrito de Porto Seguro válido para um passeio de um dia é Trancoso. Melhor mesmo é se hospedar por lá, mas pode ir apenas conhecer. Nesse caso, ir com agência de turismo é até uma boa, pois você se poupa de dirigir nas péssimas estradas de terra. E é um passeio barato, vendido em média a partir de R$ 40 por pessoa.

A viagem de Porto Seguro a Trancoso tem pouco mais de 1 hora de duração. Saindo de Porto Seguro, o passeio com agência vai tomar um dia inteiro. E você vai conhecer apenas o básico. Por isso vale a pena a hospedagem em Trancoso, assim poderá ver a vila à noite e fazer outros passeios pela região.

Os passeios mais comum incluem transporte em van e um período de permanência na Praia dos Coqueiros ou na Praia dos Nativos, as principais de Trancoso.

No final do dia, a van sobe ao centrinho de Trancoso, no topo de uma falésia. Lá estão as famosas casinhas coloridas, a igreja e o campo de futebol no centro do famoso Quadrado de Trancoso. Mais famosa ainda é a vista para as praias.

→ Voltar ao índice

8. Vida noturna

Capital do axé e das festas de formatura, não falta o que fazer em Porto Seguro à noite. E aqui vão algumas dicas dos principais agitos que rolam na vida noturna porto-segurense:

  • Passarela do Álcool – Avenida na orla do centro de Porto Seguro. Concentra bares e barracas de bebidas. A mais consumida é o típico “Capeta”, drink à base de pinga, guaraná, mel e limão/
  • Ilha dos Aquários – Além de ponto turístico durante o dia, o local, que de fato é uma ilha e tem aquários com peixes, organiza uma festa que movimenta as noites de sexta-feira.
  • Barracas de Praia – Nas praias, os grandes bares também são uma boa opção pra quem gosta de festa. Na alta temporada, a animação e garantida de segunda a domingo. Os maiores são o Axé Moi e o Tôa Tôa.
  • Luau do Barramares – O mais famoso luau de Porto Seguro acontece na barraca Barramares às quartas-feiras. O evento geralmente inclui fogueira, show de axé, mesa de frutas e o “Casamento Cigano”, um espetáculo teatral.

→ Voltar ao índice

9. Passeios turísticos em Porto Seguro

Você já sabe o que fazer em Porto Seguro e viu acima também o que não fazer.

Mas, se você vai por conta própria e pensa em fazer alguns passeios com agências de turismo, também é bom saber quais são as principais atividades vendidas.

  • Tour Rota do Cabral – Esse pacote pronto leve nomes diferentes em cada agência. Pela Touron Turismo, o passeio engloba paradas no Memorial Epopeia do Descobrimento (Centro Histórico), Coroa Vermelha e aldeia indígena pataxó Txag’ Rú Mirawê.
  • Parque Marinho de Recife de Fora – Listado no Tripadvisor como um dos melhores passeios de Porto Seguro. Mas é preciso contar com a sorte de ir num dia de mar calmo e de pouco movimento. Assim você evita ficar enjoado na escuna e tem uma visibilidade melhor nos corais.
  • Reserva da Jaqueira – o passeio à reserva é o melhor de Porto Seguro para realmente conhecer um pouco da cultura pataxó. Veja seus rituais, plantas medicinas e experimente peixe assado na folha de patioba, além do Cuim, uma tradicional bebida alcoólica indígena.

→ Voltar ao índice

10. O que NÃO fazer em Porto Seguro

Recomendo não fazer algumas outras das atividades vendidas em Porto Seguro.

A principal delas é o passeio de um dia para Caraíva.

Apesar de ser possível em Porto Seguro comprar passeios bate e volta a Caraíva, ou mesmo ir por conta própria se estiver de carro, é um programa muito cansativo para fazer em apenas um dia.

Você vai passar mais tempo sacolejando nas estradas de terra, boa parte em más condições, do que em Caraíva de fato. E Caraíva é um destino para ser aproveitado sem pressa.

Por isso recomendo ler nossas dicas sobre O que fazer em Caraíva para ver como vale a pena dedicar pelo menos 3 dias do seu roteiro à vila.

Outro passeio comum em Porto Seguro é para a Praia do Espelho. Mas saiba que ela fica muito mais próxima de Trancoso e de Caraíva. Então, compensa mais ir até Espelho se tiver base nesses distritos.

Passeio ou cilada: uma escuna muito louca

Casa de ferreiro, espeto de pau. Eu mesmo, blogueiro de viagem calejado pelo turismo massivo, não pesquisei direito e me dei mal.

Depois de comprar o que parecia um relaxante passeio de barco, encarei um dia inteiro de roubadas pelo caminho, com direito a ônibus vomitado, uma suposta aldeia indígena e música evangélica em ritmo de axé dentro da escuna. Além de um guia muito, muito chato.

O relato completo está aqui: Passeio para Coroa Alta.

→ Voltar ao índice


Viu, apesar dos problemas do turismo massivo, não falta o que fazer em Porto Seguro.

Mais dicas de Porto Seguro e região

Fiz várias viagens nos últimos anos à região sul da Bahia. E aqui já tem muito conteúdo sobre elas. O que faz do Buenas Dicas o blog especialista em Porto Seguro e suas vilas de praias.

Mais do que isso, aqui você descobre o que fazer em Porto Seguro além das praias. E o que fazer independente do seu período de férias, sejam dois dias ou duas semanas.

Considerando também Arraial d’Ajuda, Trancoso, Caraíva e Prado, veja mais dicas de viagem:


Créditos: a foto da cruz na Praia de Coroa Vermelha é de Danilo Cabral (CC BY-NC SA 2.0). As demais são do nosso acervo pessoal e de bancos de imagens.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Passagens aéreas: melhores sites para pesquisar preços de passagens
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários