Pra quem tem uma semana ou até menos de folga no fim do ano, vale muito a pena passar o reveillon em Santiago do Chile, uma cidade com excelente gastronomia, muitos pontos turísticos e excelentes opções de viagem por perto. No post e principalmente nos comentários, também têm dicas para o Reveillon em Valparaiso.

Em uma semana, além de explorar os principais pontos da cidade, é possível visitar vinícolas, praias, vulcões, montanhas da Cordilheira dos Andes e até o deserto do Atacama. Para conseguir vivenciar o melhor do Chile em tão pouco tempo, o primeiro passo é planejar bem o seu recesso de fim de ano. Só assim o reveillon em Santiago pode ser proveitoso.

Saiba mais: Onde ficar em Santiago

Conheço bem a capital chilena e sei muito bom como é planejar um reveillon no Chile. Vou dar dicas de lugares essenciais e o que fazer na noite da virada, incluindo meu principais acertos no reveillon do ano passado (2014/2015).

Como chegar

Muita gente me pergunta no post ônibus no Chile se dá pra ir de ônibus pra Santiago. Sim, é possível, mas não é nada recomendável. Primeiro porque ir de avião pode sair até mais barato, se pegar uma boa promoção. Segundo, porque sem dúvidas é melhor chegar lá em menos de 4 horas, como num voo a partir de São Paulo, do que em mais de 50 horas tremendo no busão.

Pra encontrar o melhor preço ou aproveitar alguma promoção, pesquise muito nos melhores sites de passagens. Existem muitos voos diretos pra Santiago, mas os mais baratos geralmente passam por Buenos Aires ou Assunção, no Paraguai. Inclusive no meu último reveillon em Santiago passei pelas duas cidades.

As companhias aéreas que mais operam a rota São Paulo-Santiago são Lan (que pertence à TAM), a própria TAM e a chilena Skyairlines, que recentemente foi eleita a melhor da América do Sul. Passagem na mão, vamos explorar as outras dicas.

Dicas de segurança, documentos e o que levar

Fiz um post super completo sobre Santiago, que fala sobre a documentação necessária, o clima, o que levar na mala, o que esperar do Chile, dicas de segurança, transporte e outras informações essenciais pra sua viagem. Esta tudo no post Dicas de Santiago.

Hospedagem

Quando falo onde ficar, estou falando de bairros e regiões da cidade. Para uma estadia curta em Santiago, como de 3 a 4 noites, prefira os bairros centralizados, repletos de pontos turísticos e estações de metrô. São eles:

Centro

Onde estão as principais atrações históricas e arquitetônicas da cidade. Dá pra fazer quase tudo ou de metrô. Tem hotéis elegantes e hostels baratos, você decide. Quer um hotel no centro, perto de tudo e cercado de metrôs? Reserve aqui.

Lastarria

Sem dúvidas o melhor bairro pra ficar em Santiago. Fica entre os pontos turísticos do Centro, os bares do Bellavista e os bons restaurantes de Providencia, além de ter o belo Cerro Santa Lucia e muitas estações de metrô. Na noite de Reveillon, você poderá ir andando à queima de fogos do Torre Entel. Mais dicas sobre Lastarria no post Onde ficar em Santiago.

Bellavista

Bairro boêmio onde viveu o poeta Pablo Neruda. Tem muitas opções de bares e restaurantes. É uma espécie de Vila Madalena em menores proporções. Não tem uma festa pública na noite de reveillon, mas muitos restaurantes, bares e hotéis fazem festas próprias. Quer um hotel em meio a toda essa ferveção cultural? Reserve aqui.

Providencia

Moderno e sofisticado, mas não tão colado ao centro. Traçando também um paralelo com São Paulo, seria a Vila Olímpia deles. Com a vantagem de ter metrô e ser um bairro muito estruturado e seguro. Além de um grande shopping e bons restaurantes, está cheio de hotéis, hostels e flats. Veja todos e reserve aqui.

Outros bairros

Existem outras boas opções de lugares pra ficar em Santiago. Pra conhecer cada uma, incluindo mais detalhes das opções acima e descrições sobre os bairros de Las Condes, Vitacura, Paris-Londres e Brasil, veja o post Onde ficar em Santiago.

Tipo de hospedagem

Escolhido o bairro, é hora de conferir as contas e decidir se quer ficar em hotel, pousada, hostel ou alugar um quarto ou apartamento. Seja qual for a sua escolha, em Santiago não faltam opções. Vou listar os principais tipos.

Hotel

Santiago tem unidades das principais redes hoteleiras do mundo, desde os 5 estrelas como Sheraton e Hilton até os mais espartanos como o Ibis. Além, é claro, dos hotéis locais, sejam luxuosos ou os clássicos muquifos.

Veja aqui todas as opções e ofertas de hotéis em Santiago.

Pousada

Especialmente no bairro de Bellavista, Santiago tem diversas opções de pousadas e B&B, os “bed and breakfest”, nada mais que pousadas charmosas, autodenominadas de pousada boutique.

Veja aqui todas as opções e ofertas de pousadas em Santiago.

Hostel

Enquanto São Paulo e Rio de Janeiro inauguravam seus primeiros hostels, Santiago já tinha dezenas deles cadastrados na internet.  A cidade tem albergues pra todos os gostos, desde os hipongas, como o Che Lagarto, até outros mais descolados, como o Andes Hostel, que fica bem em frente à estação de metrô Bellas Artes. Isso sem falar nos tradicionais da cidade, como o Don Santiago, no afastado Barrio Brasil.

Veja aqui todas as opções e ofertas de hostel em Santiago.

Aluguel de quarto ou apartamento

Nesse quesito, apesar da existência de muitos sites de busca, indico o bom e não tão velho assim airbnb. Nele você encontra de lofts estilosos a quartos em casa de família por toda a cidade.

Já estamos em dezembro, mas ainda existem muitas opções a preços razoáveis nos melhores bairros da cidade, a preços bem interessantes, incluindo a noite de reveillon. Mas é bom se apressar, porque o tempo vai passando, as opções raleando e os preços subindo.

Outro site que reserva flats por temporada, mesmo estadias curtas, é o próprio Booking. No revéillon de 2014 para 2015 fiquei em um excelente flat em Providência, com vista privilegiada para os Andes. E o preço? Bem mais barato que a maioria dos hotéis.

Passeios e experiências típicas de Santiago

Um dos maiores interesses de quem a Santiago é conhecer as famosas vinícolas chilenas. E com toda razão, afinal os vinhos chilenos estão entre os melhores de mundo. Além de conhecer as plantações, as bodegas e entender um pouco mais da história e dos métodos de produção, o que conquista os turistas é a degustação.

Geralmente os passeios podem ser comprados durante a própria viagem, em agências de turismo na entrada das próprias vinícolas. Comprar pela internet, antecipado, sai um pouco mais caro. Mas, nessa época de reveillon em Santiago, quando a cidade se enche de turistas e falta tempo para conhecer tudo, recomendo antecipar a compra de passeios para vinícolas e degustação. Descobri esses dias o Get Your Guide, o melhor site para isso, já testado pelo melhores blogueiros de viagem e avaliado por clientes. E eles estão cheio de experiências à venda no Chile. EXEMPLOS:

Pontos turísticos de Santiago

Agora que já decidiu em que bairro vai ficar e seu tipo de hospedagem, é hora de pensar alguns roteiros. Particularmente, não gosto de viajar com roteiros engessados, mas é sempre bom ter uma lista de pontos turísticos interessantes, com foco nos passeios urbanos. Em Santiago, os principais são:

Plaza de Armas

Marco zero de Chile, a praça é cercada por várias construções históricas, como o Edificio de Correos de Chile, a Catedral de Santiago e o Museo Historico Nacional.

Palacio de la Moneda

Projetado para ser a Casa da Moeda do Chile, acabou se tornando a sede do governo. Foi lá o suposto suicídio do então presidente Salvador Allende, durante bombardeio do golpe militar de 1973, que levou Augusto Pinochet ao poder. Um belíssimo palácio, com um enorme jardim frontal que sai bem em qualquer foto.

La Chascona

A última morada de Pablo Neruda fica aos pés do Cerro San Cristóbal e guarda muitos objetos do poeta, como infindáveis coleções e artigos relacionados ao mar, sua grande paixão.

Cerro Santa Lucia

Próximo ao centro, é um ótimo lugar para dar uma pausa no agito urbano, esticar as pernas e subir ao mirante. A vista compensa.

Cerro San Cristobal

teleferico cerro san cristobal santiago chile

Bondinho do cerro San Cristóbal. Foto de Gustavo Gomes.

Talvez a vista mais bonita de Santiago seja aqui de cima. Se pegar um dia de sol e pouca poluição, é possível avistar toda a grandiosidade da Cordilheira dos Andes. Tem um teleférico muito disputado entre os turistas.

Mercado Central de Santiago

Esse sai em tudo quanto é lista de pontos turísticos obrigatórios em Santiago. Mas, sinceramente, não recomendo. Trata-se basicamente de um complexo de restaurantes voltados a turistas de primeira viagem, com preços exagerados e qualidade inferior aos restaurantes da cidade. No reveillon vai estar mais lotado do que nunca.

Esse é apenas o roteiro básico de pontos a serem percorridos. Entre um e outro você certamente vai achar inúmeros lugares de interesse. Mesmo assim, com o mínimo de foco é possível conhecer tudo com calma em no máximo dois dias. Pra explorar melhor, veja a post: O que fazer em Santiago.

Viagens curtas (ou nem tanto)

Veja pra onde você pode fazer um bate e volta a partir de Santiago ou viagens rápidas, de apenas uma noite fora. Também vou listar alguns destinos que exigem um planejamento maior, como Atacama e Região dos Lagos, mas que vão fazer seu reveillon no Chile ser ainda mais inesquecível.

Vinícolas

Santiago está rodeada de vinhedos e vinícolas abertas a visitação. Sem dúvidas um interessante passeio pra fazer, principalmente na época do réveillon, que o frio dá uma trégua e deixa a brisa do campo mais gostosa.

Viña del Mar

VINAL_DEL_MAR_CANAL

Estero Marga Marga, sempre lindo em Viña del Mar. Veja mais dicas de Viña del Mar.

A menos de duas horas de Santiago está um dos principais balneários do país. Viña del Mar tem praias a perder de vista, que proporcionam um belíssimo pôr-do-sol sobre o mar. A cidade é limpa e moderna (tem até metrô), com ótimos restaurantes e baladas. Inclusive, recomendo passar a noite do dia 31 por aqui e manter a tradição de saltar as 7 ondinhas. Só não deixe pra reservar na última hora, porque no verão hordas de santiaguinos e argentinos invadem suas areias.

Reserve aqui seu hotel em Viña del Mar.

Valparaíso

Colada a Viña del Mar estar a histórica Valparaíso, ou “Valpo”, como chamam os chilenos. Pablo Neruda também deixou uma casa na cidade, bem no alto do morro, com uma belíssima vista pro porto. Vale a pena conhecer e percorrer no caminho as ladeiras de casinhas coloridas, sobreviventes ao incêndio do início de 2014. Recomendo ler o post: Ame ou odeie Valparaíso.

Reserve aqui seu hotel em Valparaíso.

Mendoza, Argetina

Sim, Argentina! Cansado de comer peixe em Santiago? Então atravesse a Cordilheira dos Andes e vá comer as melhores parrillas do mundo. A viagem de ônibus até Mendoza dura cerca de 7 horas e passa pelos trechos mais incríveis da Cordilheira dos Andes, com destaque para “Los Caracoles”, quando a estrada serpenteia montanha acima. Já fiz um post sobre onde ficar em Mendoza.CARACOLES_CHILE

Los Caracoles, de Santiago pra Mendoza.

Reserve aqui seu hotel em Mendoza.

Pucón

A viagem é mais longa que para Mendoza, durando cerca de 10 horas. Mas se você é um viajante obstinado, pode fazer esse percurso na madrugada, economizando um dia de hotel e customizando seu tempo. Mas por que ir até Pucón? Para subir o vulcão Villarica!

Além dessa aventura gelada rumo à boca do vulcão, a cidade de Pucón é cercada de lagos, trilhas e corredeiras que lotam de gente durante o verão. Apesar de ser uma cidade pequena, devido à imensa procura no verão, o réveillon por aqui é um dos mais disputados no Chile.

teleferico pucon chile

Estação de esqui na encosta do vulcão Villarrica, em Pucón.

No período do reveillon não dá pra esquiar no vulcão, cuja estação só abre no inverno. Vale apreciar essa bela foto do teleférico durante o inverno em Pucón. Se for pra lá, leia o post Onde ficar em Pucón e também as dicas sobre O que fazer em Pucón.

San Pedro de Atacama

Pra chegar ao norte do Chile será preciso pegar um avião, já que fica difícil encaixar uma viagem de 20 horas no roteiro. Chegando na pequena cidade de San Pedro, é possível ver sua arquitetura peculiar, surfar em dunas do Atacama e admirar lagunas coloridas, salares e geisers. Reserve seu hotel, pousada ou hostel aqui.

ONDE CURTIR A VIRADA

Santiago tem opções de festa de réveillon para todos os gostos. Quer uma balada hipster latina? Vá pro Bellavista. Quer bailar la salsa e el merengue? Vá pro Bellavista também. Quer uma balada mauricinho? Em Las Condes e Providencia têm dezenas. Veja mais detalhes sobre onde passar o reveillon em Santiago, incluindo dicas de restaurantes, festas a céu aberto e as baladas mais famosas do dia 31/12.

Dicas de baladas

Se você não quer rodar pelos bairros atrás de festa, talvez seja melhor ir direto ao ponto. Vou listar algumas boates e clubes de Santiago que geralmente fazem as festas mais bombadas da cidade.

Club EVE | DJs e bandas tocam clássicos das décadas de 70, 80 e 90. Ano passado a entrada estava 30 mil Pesos Chilenos, mais ou menos 160 Reais na cotação de hoje (16/11/2015)

Las Tejas Bar | Perto do bairro Paris-Londres e da principal festa de rua de Santiago. Ano passado teve cumbia e música ao vivo, por um entrada de 10 mil Pesos Chilenos, mais ou menos 54 Reais.

Festas, jantares e pacotes de reveillon nos hotéis

Quer glamour? É só procurar um bom restaurante ou hotel. Para a chegada de 2016, alguns dos melhores hotéis de Santiago já definiram seus preços. É possível comprar pacotes com Ceia + Festa e também incluir a hospedagem.

Hotel Plaza San Francisco: o pacote pra noite de reveillon incluindo jantar completo, vinhos, sucos, chocolates e brinde com champanhe à meia noite está 199 Dólares para adultos e 125 para crianças. O hotel é muito bem avaliado no Booking e tem localização estratégica, em frente à maior festa de rua da cidade.

The Ritz Carlton: ele tem nota 9,2 no Booking, está entre os melhores hotéis 5 estrelas de Santiago e também já tem programação de reveillon. Seus pacotes de Natal e Ano Novo começam a partir de 65 mil Pesos (mais ou menos 350 Reais).

Festas tradicionais

Quer apreciar o show de fogos com direito a uma vista inesquecível? Aí é só ir pra Alameda Bernardo O’Higgins (bem em frente ao Palácio de La Moneda), que é onde acontece a grande queima de fogos de Santiago. É como se fosse o “Reveillon na Paulista” versão chilena. Achei bem, digamos, peculiar.

Quer uma festa agitada? Então escolha o Castelo Hidalgo, uma antiga fortaleza espanhola com uma impressionante vista da capital. Fica no Cerro Santa Lucía. Preços atualizados do reveillon de 2015 pra 2016: a partir de 32 mil pesos chilenos, o ingresso mais simples, até 48 mil pesos o ingresso VIP antecipado.

Outra opção com visual panorâmico é o Giratorio Restaurant, um restaurante que realmente gira, de um 18º andar no bairro de Providencia. Se entende espanhol, vale a pena ver mais alguns lugares no La Tarcera, jornal chileno que tem boas dicas do ano passado.

Faltou só uma coisa: o que comer no réveillon em Santiago?

Exatamente o mesmo que se com por lá o ano inteiro: aquele cachorro quente estranho (o completo), os melhores peixes do universo (especialmente o congrio rosa) e toda a sorte de comidas cheias de abacate (que eles chamam de palta). Pra entender melhor, veja 5 pratos realmente típicos do Chile no post: Comidas típicas do Chile. Tudo isso, é claro, acompanhado das deliciosas bebidas típicas do Chile. Outro post legal é o Onde comer em Santiago | Dicas de bares e restaurantes.

• Veja também: Onde curtir o Reveillon em São Paulo

É isso. Primeiro compartilhei o que mais conheço da cidade e dicas essenciais para quem vai curtir um reveillon em Santiago. Como também estou planejando meu fim de ano por lá, à medida que lembrar de mais coisas ou encontrar festas interessantes, por exemplo, vou acrescentando.

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

93 Comments

  1. Boa tarde…
    As opções de réveillon estão atualizadas? As festas de rua ainda acontecem? Obrigada.

    • Nivaldo responder

      Oi Cheila. Essa festa de rua que falei é a mais tradicionais de Santiago. Em tempos normais, acontece todo ano. Mas esse ano Santiago tá em pé de guerra. Sinceramente, não sei se vai acontecer e se será um lugar seguro para visitar, afinal promete uma grande concentração de gente. Já pesquisou Reveillon em Buenos Aires? É um lugar mais barato e mais tranquilo.

  2. Boa tarde a todos!

    Tenho interesse em passar o Reveillon no Chile e dependendo das dicas, irei no dia 28/12 e retorno dia 04/01. Caso alguém queira dividir carro ou Uber, é só deixar seu email que encaminharei os meus contatos. Nunca fui ao Chile.

  3. buenasdicas responder

    Pessoal, as melhores festas e dicas da virada são basicamente as mesmas pra esse reveillon 2018 em Santiago. Quem tiver dicas novas, pode mandar aqui nos comentários pra ajudar quem está planejando a viagem.

  4. Pretendo viajar dia 28 de dezembro … passar 1 semana no Chile … ja estou ansiosa antea do tempo, pois nunca viajei para fora do Brasil e ja começo a sentir o frio na barriga …

    • Então boa viagem e aproveite seu reveillon no Chile, de preferência com muita praia e quem sabe o deserto do Atacama pelo caminho. =D

    • Ainda não! Em breve vou atualizar com novidades. Enquanto isso, tem muitas coisas no Reveillon de Santiago que não mudam, como os melhores lugares para se hospedar e as atrações para visitar.

Comentários